Os Desafios da Nintendo com seu novo console: Wii U

A Nintendo anunciou recentemente seu novo console denominado Nintendo Wii U, com o grande desafio de recuperar uma gama de jogadores “hardcore” e ainda manter o sucesso conseguido com Wii em relação a games casuais.


Espera-se uma mudança do rumo traçado ao longo dos últimos cinco anos. A Nintendo começou a explorar o “oceano azul” em 2006. O termo, elaborado a partir de 2005 do livro da Harvard Business School chamado Blue Ocean Strategy – em português A Estratégia do Oceano Azul, abrange uma nova abordagem de marketing. Ele sugere que a maioria das empresas hoje estão em concorrência entre si para o mesmo público – lutando em batalhas sangrentas que resultam em “oceanos vermelhos” com cada vez menores oportunidades de mercado – podendo ter mais sucesso velejando no oceano azul do mercado inexplorado, com os potenciais compradores.

A biblia da Nintendo nos ultimos anos

O livro apresenta uma nova maneira de pensar sobre estratégia, resultando em uma criação de novos espaços (o oceano azul) e uma separação da concorrência (o oceano vermelho). Os autores estudaram 150 ganhadores e perdedores em 30 indústrias diferentes e viram que explicações tradicionais não explicavam o método dos ganhadores. O que eles acharam é que empresas que criam novos nichos, fazendo da concorrência um fator irrelevante, encontram um outro caminho para o crescimento. O livro ensina como colocar em prática essa estratégia.


A Nintendo abraçou esta idéia e chocou a indústria meia década atrás, recusando-se a seguir a Sony e Microsoft em uma competição de gráficos HD e em vez disso, trouxe um produto novo, completamente alheios – Wii – que utilizou controle de movimento e títulos com apelo casual para atrair uma cultura inteiramente nova de consumidores. Funcionou. Wii foi um sucesso de vendas incrível, e os milhões que a Nintendo ganhou confirmou que a estratégia do oceano azul era sábia e oportuna.

Mas isso foi há cinco anos. Agora, apos o anuncio de seu novo console, será que a Nintendo esta querendo voltar ao oceano vermelho? Se a Nintendo espera ter sucesso na recuperação de um pedaço desse mercado que deixou para trás, a empresa irá enfrentar alguns desafios importantes.


O Desafio do Tempo
Nintendo tem ficado de fora da mentes dos gamers hardcore, pelo menos nos últimos cinco anos. Então o primeiro obstáculo da Big N está em voltar as fichas para esses jogadores que tem ignorado.

E isso poderia acontecer com bom timing. A Nintendo está preparada para ser a primeira das três grandes fabricantes de consoles a dar o primeiro passo para próxima geração, e esta distinção vem sempre acompanhado com um interesse de todo gamer. Você sendo fã da Microsoft ou não, prestou atenção quando o XBox 360 bateu o PS3 e o Wii no mercado por um ano inteiro. E isso ajudou a solidificar a marca Xbox.

XBox 360


A Nintendo nunca foi pioneira em lançar consoles. O Wii foi o último de sua geração a ir à venda. O GameCube antes foi da mesma maneira. O Nintendo 64, antes disso, veio após o PlayStation original com dois anos de atrazo. Quanto ao Super Nintendo, ele veio depois do Sega Genesis(Mega Drive). Você teria que voltar muito tempo de volta ao NES, primeiro console da Nintendo a ser pioneiro em sua geração.


Games de outras empresas
A Nintendo teve que fazer vários sacrifícios para entrar no mercado casual com o Wii, e sua decisão de deixar os gráficos em HD e poder de processamento para trás significava deixar de lado o apoio para que outras empresas desenvolvessem games para o Wii. A última geração viu títulos em multi-plataforma e através do PS2, Xbox e GameCube, essa geração viu Portal 2, Mortal Kombat, Street Fighter IV chegando em versões para PlayStation e Xbox, mas nenhuma para Wii. Com o Wii U podemos ter esses titulos portados para a plataforma da Nintendo. Vimos na apresentação da Nintendo na E3 algumas entrevistas de desenvolvedores de varias empresas animados com as possibilidades que o Wii U pode trazer, isso é um bom sinal.


O Desafio da Ruptura
Dar o primeiro passo pode ser um enorme impulso para que a Nintendo consiga superar o desafio do timing. Mas a Nintendo realmente terá sucesso em recuperar público hardcore? o Wii U terá que montar a linha entre o Oceano azul e o vermelho.

“Ruptura” é uma outra idéia chave da estratégia do oceano azul, é o conceito que você tem que sair da zona do conforto para se diferenciar de seus concorrentes. Se você está fazendo as mesmas coisas que todo mundo, qual a vantagem que você tem? Em vez disso, você tem que identificar o que os outros estão fazendo, o que é normal e esperado para eles e, em seguida romper a normalidade com algo inovador e surpreendente.

“Ruptura” é uma outra idéia chave da estratégia do oceano azul, é o conceito que você tem que sair da zona do conforto para se diferenciar de seus concorrentes. Se você está fazendo as mesmas coisas que todo mundo, qual a vantagem que você tem? Em vez disso, você tem que identificar o que os outros estão fazendo, o que é normal e esperado para eles e, em seguida romper a normalidade com algo inovador e surpreendente.
Os controles de movimentos do Wii fizeram isso, em seguida o DS e sua tela sensível ao toque, e a Nintendo está tentando novamente com o novo 3DS. O novo controle-tablet do Wii U é um indicio disso. O desafio será imenso e uma tarefa difícil, mas se bem sucedido, poderia ser um grande passo para recuperar o público hardcore.

A recuperação dos gamers hardcore, se tudo correr bem, vai acontecer de forma mais gradual. Vai ser uma lenta construção. Este é um erro que alguns estão fazendo na avaliação do 3DS agora, chamando-o de lançamento fracassado, os executivos da Nintendo sabem o que eles estão fazendo, eles tem a sua estratégia, eles leram o livro(o meu já esta encomendado :D).

FONTE: Nintendo’s Project Cafe Challenges


[contentblock id=4]